Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Poema: Triste Realidade de Artur Santos

por Blogs Zé Consciência, em 11.04.14

 

A pedido do meu culto e adorável avô, publico um poema da sua autoria.

Apesar da clara tristeza transmitida no tema, gostaria de destacar a ironia que despropositadamente é transmitida quando o meu avô se refere a ele mesmo como um indivíduo sem inspiração. A ironia está no facto de o ter dito num lindo poema, excecionalmente bem escrito.

A enciclopédia não se fecha porque continua a ser escrita.

 

------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

 

Já não me atrevo a emitir poesia. 

A inspiração já se perdeu no ar.

Estou aquem daquilo que fazia

Os sentimentos de rir ou chorar.

 

A minha variada intuição

Agora está muito limitada,

Já só consigo impor, uma emoção 

Com muito tempo, para ser bem pensada.

 

Estou triste porque estou consciente

das falhas que vou tendo dia a dia,

Pois antes vivia mais contente,

Com a clareza daquilo que sabia.

 

Não tenho sequer leves esperanças

Da cabeça poder atrás voltar.

Dos meus netos, como quando crianças

Já não terem meu saber p'ra consultar.

A enciclopédia está-se a fechar.

Procurem agora outras heranças.

 

Música do Dia: Danny Elfman - What's This? (de The Nightmare Before Christmas) (1993)

 

Fonte da imagem, clique aqui

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 14:36


No final do dia, sobra sempre uma ideia para conversar e refletir. Zé Consciência

Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

Pesquisar no Blog  

Comprem aqui o álbum Mar (Hino À Esperança) EP


calendário

Abril 2014

D S T Q Q S S
12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
27282930

Arquivo

  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2013
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D

Crónicas Videojogos