Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]


A relação para a vida

por Blogs Zé Consciência, em 23.10.14

Fala-se muito no cliché da eternidade do verdadeiro amor.

Quando estamos apaixonados, e amamos verdadeiramente outra pessoa, fazemos tudo pela mesma. Damos o que temos e entregamos o que podemos.

Fala-se muito na dor do amor.

Que nos entregamos de tal forma a outra pessoa que quando somos desiludidos (verdadeiramente desiludidos) que algo se parte dentro de nós.

O meu coração virou pó e ainda hoje não sei se o reflexo dos olhos que me olhavam era apenas meu.

Mas hoje sou um homem novo, e descrevo quem sou numa frase muito interessante que partilharam comigo:

A nossa relação connosco mesmo é a mais importante de todas, pois é a única que é para a vida sem a menor dúvida.

É verdade, nasci comigo e morrerei comigo. Se não cuidar ou me esquecer desta relação, não posso estar bem comigo mesmo.

Por isso é que me sinto rejuvenescido. Forte e resistente como uma pedra!

Nunca rijo demais nem nunca frágil demais. Sempre recetivo a novos abraços mas nunca de olhos fechados.

Acima de tudo faço e sou o que acordo com o meu coração.

Vejo novos olhos no horizonte, chegou a hora de lhes dizer olá com um sorriso na cara.

 

Música do Dia: Boss AC - A Carta Que Eu Nunca Te Escrevi

 

Fonte da imagem, clique aqui

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:44


4 comentários

De Artur Santos a 23.10.2014 às 22:41


Este assunto que inseriste no teu blog de hoje já foi por demais debatido entre nós,seria enfadonho para ti,todo aquele fraseado tão aplicado por mim,normalmente nos meus comentários.
Só desejo que sejas feliz e te sintas bem com tudo o que te acontecer e que seja sempre para teu bem...
Tenho imensas saudades tuas,sem descortinar a maneira de estar contigo!...
A canção que nos dás hoje,tanto a letra como o acompanhamento musical,parece teu.
Beijos e abraços do teu DECANO.

De Blogs Zé Consciência a 24.10.2014 às 00:11

Mando-lhe muito amor meu querido avô, porque o abraço darei quando for aí matar estas saudades que tanto apertam!

De Anónimo a 26.11.2014 às 01:29

Estás vivo?

Comentar post



No final do dia, sobra sempre uma ideia para conversar e refletir. Zé Consciência

Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

Pesquisar no Blog  

Comprem aqui o álbum Mar (Hino À Esperança) EP


calendário

Outubro 2014

D S T Q Q S S
1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031

Arquivo

  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2013
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D

Visitantes


Crónicas Videojogos