Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]


O coração recebe sem passar recibos

por Blogs Zé Consciência, em 12.10.14

Sabemos que somos bons profissionais quando uma aluna que não nos vê há quatro meses, vem a correr para os nossos braços só porque nos encontrou num centro comercial.

Até a mãe dela se assustou, coitada!...

Aquele abraço carregado de carinho e saudade despertou-me novamente. Adoro o meu trabalho!
Estava acompanhado pelos meus pais e a minha mãe, sempre preocupada, perguntou à menina se já tinham um professor de música. A menina com um ar muito confuso, respondeu sem precisar de pensar olhando-me nos olhos: "Este é o meu professor."
Um professor das Atividades de Enriquecimento Curricular trabalha poucas horas por dia na área do ensino, porque as artes, a língua estrangeira e a atividade física "são" (se me permitem o sarcasmo) secundárias para o desenvolvimento de uma criança.
Admito que adoro trabalhar com crianças, ao ponto de nem me importar de o fazer de graça. Mas infelizmente não posso viver sem dinheiro. E eu adoro viver!

Como trabalhamos pouco, recebemos pouco e mal. Podem pensar que é uma recompensa ingrata para um trabalho tão enriquecedor e duro ao mesmo tempo, tanto para os alunos como para o professor.

Mas estes abraços e sorrisos que recebemos, a satisfação de ver um aluno a cantar de memória uma música treinada apenas duas vezes e o desejo de reviver aquelas atividades, são o ordenado do meu coração. E este nem precisa de passar recibos ao fim do mês!

Música do Dia: Queen - We Will Rock You

 

Fonte da imagem, clique aqui

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 20:02


4 comentários

De Artur Santos a 12.10.2014 às 23:03

Espero que tenhas muitos e muitos pagamentos do coração,para pensares que o mundo que nos rodeia não é tão mau como parece. Há sempre um reconhecimento espiritual.
Mas as falhas ao pagamento real que te é devido,faz falta à tua manutenção e não suportes um atávico conformismo; luta pelo que te pertence,para uma compensação,tanto para ti,como para mim também. Estás sempre no meu pensamento.

Beijos e abraços CDV.

De Blogs Zé Consciência a 13.10.2014 às 01:01

Meu querido avô, o problema não está no pagamento em si, mas sim nas escassas horas de trabalho que temos por dia. Nós recebemos consoante o que trabalhamos. Eu gostava era de trabalhar mais nestas atividades (e consequentemente receber mais)!
Um beijo grande com saudades

De Anónimo a 13.10.2014 às 09:41

"Como trabalhamos pouco, recebemos pouco e mal"

Pois, mas o valor hora que vocês recebem é significativamente superior (mais do dobro) ao valor hora de muitas profissões bem mais exigentes (no estudo prévio, nas responsabilidades inerentes e no trabalho). Portanto, escrever que recebem mal é, honestamente, ofensivo e demonstra escasso conhecimento sobre a realidade existente em Portugal.

De Blogs Zé Consciência a 13.10.2014 às 13:04

Não era minha intenção ofender ninguém, nem tenho escassos conhecimentos da realidade em Portugal.
No entanto, peço desculpa se o/a ofendi.
Falei de um caso específico e não estava, em qualquer linha do texto, a compará-lo a outras profissões.
Aliás, num outro pensamento recente que escrevi disse, e cito:
"(...) nenhum trabalho é valorizado, respeitado e governado como merece. Absolutamente nenhum.
Vivemos numa realidade onde ninguém tem valor. Nem os reformados!
Esta é a triste realidade dos nossos tempos."

Comentar post



No final do dia, sobra sempre uma ideia para conversar e refletir. Zé Consciência

Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

Pesquisar no Blog  

Comprem aqui o álbum Mar (Hino À Esperança) EP


calendário

Outubro 2014

D S T Q Q S S
1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031

Arquivo

  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2013
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D

Visitantes


Crónicas Videojogos