Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]


O despertar para a realidade

por Blogs Zé Consciência, em 03.10.14

 

Ninguém desperta lentamente. O despertar é súbito seja por que razão for.

O despertador toca e arranca-nos do nosso sonho ou salva-nos do nosso pesadelo.

Mas quem não tem despertador leva um murro no peito. Num momento voa numa fantasia para depois cair na realidade.

Quando temos um pesadelo, até é um alívio. Bebemos água, vira-mo-nos de lado, adormecemos novamente ou erguemo-nos para enfrentar mais um dia.

No meu caso tem sido um pouco diferente. As manhãs são como um estalo na cara.

Porque pela primeira vez na minha vida tenho tido o mesmo sonho todas as noites.

Não seria bom podermos controlar o que sonhamos? Escolhíamos da nossa lista mental, como quem decide o que comer num restaurante.

Era tão bom que a minha mente controlasse o meu coração ainda congelado.

Mas o sonho repete-se... Noite após noite. E nesse sonho vivo a realidade que tanto quero abraçar com todas as minhas forças.

Mas as manhãs não perdoam. E após um murro no peito, tenho de despertar para a realidade onde ainda estou a lutar pelo meu sonho.

 

Música do dia: Jules Massenet - Meditação

 

Fonte da imagem, clique aqui

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 08:09


2 comentários

De Artur Santos a 03.10.2014 às 23:40

A justiça do teu sonho pelo qual tu andas a lutar,não será um sonho,mas um pesadelo que não te deixa vivê-lo no estado vígil,pois que o legislador é incontinente,distraído e com perturbação bipolar acentuada.Traduzindo estes quase insultos,dá qualquer coisa como uma convicção subjectiva e alargada de que as leis do onírico,no subconsciente abrem constantes brechas umas nas outras,com o objectivo de fazer uma manta de retalhos inestética que nos agasalha mal o coração. Tu tens que fazer com que esse sonho permanente que anseias,saia da tua cabeça e,enfrenta a realidade.As tuas esperanças,falsas ou verdadeiras a manterem-se,são o reflexo das normas sociais vigentes,arcaicas e atávicas e,por consequência absurdas. Segue por favor o meu pensamento que só deseja o teu bem estar,fazendo-te fugir de qualquer acontecimento que te faça sofrer... "Sobre a parte musical que nos (me)deleitou,só posso curvar-me perante ti.Não conhecia esta "MEDITAÇÃO"nem a solista,mas posso dizer que o violino é para mim o instrumento musical com maior dignidade: não admite falhas e,elas não existiram.
Custa-me muito a distância a que estamos.Tenho que a suportar com estes BCDV que te vou mandando.

De Blogs Zé Consciência a 04.10.2014 às 01:49

Eu adoro esta música, é mesmo das minhas preferidas.
Beijo meu querido avô

Comentar post



No final do dia, sobra sempre uma ideia para conversar e refletir. Zé Consciência

Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

Pesquisar no Blog  

Comprem aqui o álbum Mar (Hino À Esperança) EP


calendário

Outubro 2014

D S T Q Q S S
1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031

Arquivo

  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2013
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D

Visitantes


Crónicas Videojogos