Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]


Simplesmente um homem

por Blogs Zé Consciência, em 15.07.14

O que é um homem?

Um líder? Um protetor? Um garanhão? Um vencedor?

Há muitas conversas sobre os homens e sobre todos os preconceitos que os rodeiam. Que devem ser valentes, destemidos. Que devem manter as costas direitas quando conversam com uma mulher. Que devem ser dominadores, fortes, fiéis e atraentes. Devem fazer exercício, ser românticos, atenciosos, com memória de elefante e saber cuidar de uma mulher.

Caramba! Há muitas responsabilidades para um homem, não há?

E o pior, é que não são só algumas mulheres a exigirem certos estereótipos. Por vezes os próprios homens criam ideias de como ser-se perfeito.

Tanta pressão, meu Deus!
Isto serve, obviamente, para o bem e para o mal. O homem tanto é um protetor valente como um mulherengo que dança nupcialmente com tudo o que se mexe.

Tal como os homens, também as mulheres sofrem deste mesmo mal. Mas só posso falar pelo sexo que conheço melhor, o meu.

Ser-se homem não é só ser-se humano com pilinha.

Eu não tenho um corpo de estátua grega, tenho alguma massa mas uma barriga de conforto a mais. Eu não percebo nada de carros nem de futebol, mas percebo de música. Eu prefiro um hamster ou um papagaio, a um pittbull ou um pastor alemão. Eu adoro videojogos e ainda por cima prefiro mil vezes um Super Mario a qualquer jogo de tiros ou futebol. Não sou destemido, mas sei ser protetor. Não sou valente, nem muito romântico, mas sou honesto. Pratico karaté mas não faço mais desporto nenhum. Nunca apanhei uma bebedeira na vida nem tenciono apanhar. Nunca dei um murro a ninguém, e evito sempre qualquer confusão. E começar a conversar com uma mulher? Só depois de respirar fundo cinco vezes.

Eu não sou, como já devem ter reparado, o típico homem como os estereótipos descrevem.

Sou simplesmente um homem.

 

Música do Dia: Hoobastank - If I Were You (2006)

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 19:25


4 comentários

De Inês - Desenhos e Desenhos a 15.07.2014 às 20:17

Cada um é como é e consegue ser belo à sua maneira.
Os estereótipos também servem para serem quebrados.

De Blogs Zé Consciência a 16.07.2014 às 12:09

Concordo totalmente contigo.

De Artur Santos a 15.07.2014 às 23:09

Num sentido um pouco além das tuas observações,eu direi que um homem se define pelo seu sentido de seriedade,conhecimentos adquiridos à sua própria custa,sem precisar de licenciaturas académicas. A ideia de que os homens são fortes e as mulheres fracas, já foi. Presume-se que num mundo relativamente civilizado,as variadas competências de ambos os géneros excluem as valorações que continuam à volta da fraqueza e da força,como se tratasse de um bem qualquer.
O direito à agressividade transformada em violência bem como o constrangimento à passividade transformada em vitimização,ensina-se e aprende-se,interioriza-se discretamente ao longo do tempo e, surge repentinamente a testemunhar como podemos ser primitivos.O que medeia tudo isto é, além da hierarquização das pessoas,a socialização do medo.
Beijos CDV.

De Blogs Zé Consciência a 16.07.2014 às 12:12

Concordo com o que disse avô.
A imagem do homem e da mulher muda quase de década para década.
Beijos CDC

Comentar post



No final do dia, sobra sempre uma ideia para conversar e refletir. Zé Consciência

Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

Pesquisar no Blog  

Comprem aqui o álbum Mar (Hino À Esperança) EP


calendário

Julho 2014

D S T Q Q S S
12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031

Arquivo

  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2013
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D

Visitantes


Crónicas Videojogos